FANDOM


As reestruturações corporativas são alterações na composição de integrantes das equipes de O Aprendiz. Tais alterações ocorreram em todas as temporadas, por motivos diferentes.

Até o momento, as reestruturações conhecidas incluem:

Reequilíbrio numéricoEditar

A reestruturação mais comum do programa, geralmente ocorre para sanar uma desvantagem numérica de dois ou mais integrantes para uma das equipes. O critério de escolha de migração de participante é variável: o apresentador pode solicitar um voluntário para a mudança, pedir que a equipe em desvantagem escolha um candidato rival ou mesmo definir que a equipe em vantagem envie alguém para o grupo menos numeroso. Ao invés do consenso de todos os participantes nesta escolha, tal papel pode cair sobre o Líder.

ReformulaçãoEditar

Consiste numa mudança completa das duas equipes. O momento em que a reformulação acontece, bem como os motivos para tal, variam de temporada para temporada. Um desnível muito grande entre as equipes, seja por entrosamento ou competência, normalmente culmina em reformulações prematuras, logo no início da disputa; caso a performance dos times seja razoavelmente similar, a reformulação tem o objetivo de fazer os participantes saírem da zona de conforto e trabalharem com outros profissionais; neste caso, o momento mais provável para essa troca é por volta do meio da disputa.

A reformulação pode ser feita a partir dos Líderes de equipe, que alternadamente escolhem seus novos companheiros, ou por imposição do apresentador, que realiza as trocas que considerar adequadas.

Troca de LíderesEditar

A reestruturação menos frequente só ocorreu duas vezes em todas as temporadas. Após a escolha dos Líderes para a realização da tarefa, ambos são trocados de equipe - os outros integrantes permanecem nos times originais.